Contacte-nos : +351 918 707 405
+351 915 930 302

Fauna

Camão ou galinha-sultana Porphyrio porphyrio, símbolo do Parque Natural da Ria Formosa (® Enri Sastre).

À diversidade de comunidades vegetais corresponde uma abundância faunística que constitui um dos aspetos notáveis da Ria Formosa, destacando-se a avifauna, onde se incluem numerosas espécies consideradas ameaçadas, um dos principais interesses da conservação da natureza.

Muitas espécies de aves aquáticas migratórias, provenientes do norte da Europa passam aqui o inverno ou utilizam a Ria como ponto de escala na sua rota rumo a zonas mais meridionais. De entre as espécies invernantes mais relevantes podem destacar-se anatídeos como o pato-real Anas platyrhynchos, a piadeira Anas penelope, o pato-trombeteiro Anas clypeata, o marrequinho-comum Anas crecca e o zarro-comum Aythya ferina e das limícolas destacam-se o borrelho-de-coleira-interrompida Charadrius alexandrinus, o borrelho-grande-de-coleira Charadrius hiaticula, a tarambola-cinzenta Pluvialis squatarola, o fuselo Limosa lapponica, o milherango ou maçarico-de-bico-direito Limosa limosa, o maçarico-real Numenius arquata, o alfaiate Recurvirostra avosetta, o perna-longa ou pernilongo Himantopus himantopus, o pilrito-pequeno Calidris minuta e o pilrito-comum ou de peito-preto Calidris alpina.

Merece destaque o Camão ou Galinha-sultana Porphyrio porphyrio, espécie emblemática do Parque, sendo que, devido à crescente proteção e estudo desta espécie, os efetivos populacionais desta têm aumentado nos últimos anos.

Merecem também destaque a colónia de Garça-branca-pequena Egretta garzetta, tendo o Colhereiro Platalea leucorodia também nidificado em alguns anos; e as populações de Cegonha-branca Ciconia ciconia. A população de Andorinha-do-mar-anã Sternula albifrons, uma espécie em declínio na Europa, nidifica nas dunas e salinas da Ria Formosa, representa 40% dos efetivos totais populacionais de Portugal.

Borrelho-de-coleira-interrompida Charadrius alexandrinus e cria de borrelho (® Enri Sastre).

Andorinha-do-mar-anã Sternula albifrons e galinha-sultana Porphyrio porphyrio comendo vegetais que apanha “com a mão”, daí o nome “camão” (® Enri Sastre)

Aves de rapina são pouco frequentes, mas durante as épocas de migração e no inverno encontram-se a caçar por toda a área, tartaranhões como o tartaranhão-azulado Circus cyaneus e o tartaranhão-caçador Circus pygargus; o búteo ou águia-de-asa-redonda Buteo buteo e vários falcões como o falcão-peregrino Falco peregrinus e o peneireiro-vulgar Falco tinnunculus. Assim como algumas rapinas noturnas a coruja-do-nabal Asio flammeus, a coruja-das-torres Tyto alba e a coruja-do-mato Strix aluco.

É de salientar a importância da Ria no ciclo de vida de numerosas espécies de peixes, moluscos e crustáceos, principalmente como zona de reprodução e alimentação. As comunidades bênticas, com composição variando desde as espécies nitidamente marinhas a outras próprias do sistema lagunar, apresentam populações extremamente numerosas e, algumas das quais de interesse económico, caso da amêijoa-boa Ruditapes decussatus, do berbigão Cerastoderma edule e do lingueirão Ensis siliqua. Da ictiofauna estão identificadas 65 espécies, que se dividem em sedentárias, ocasionais e as migradoras-colonizadoras; sendo de entre estas, as de maior interesse económico a dourada Sparus aurata, o sargo Diplodus sargus, o robalo Dicentratus labrax, o linguado Solea senegalensis e a enguia Anguilla anguilla.

Garça-branca-pequena Egretta garzetta em plumagem nupcial e galinha-d’água Gallinula chloropus (® Enri Sastre)

Camaleão Chamaeleo chamaeleon (® António Coelho) e  charneco Cyanopica cyanus (® Enri Sastre).

Nos répteis há que salientar a ocorrência do camaleão Chamaeleo chamaeleon, espécie ameaçada de extinção e cuja distribuição em Portugal está confinada ao litoral do Sotavento do Algarve, nos pinhais da orla continental e nas ilhas-barreira.

Dos mamíferos existentes podem-se destacar a lontra Lutra lutra, o sacarabos Herpestes ichneumon, a geneta Genetta genetta, a fuinha Martes foina, o texugo Meles meles e a raposa Vulpes vulpes